Conecte-se

Poder

#INTERNACIONAL

Israel recusa cessar-fogo e concentra ataques no sul da Faixa de Gaza | Equador descriminaliza a eutanásia | Janeiro de 2024 é o mês de janeiro mais quente já registrado no planeta

Netanyahu ordenou operação em direção à cidade de Rafah, refúgio de mais de um milhão de palestinos que fugiram do Norte. Descriminalização da eutanásia no Equador atende a ação de mulher com ELA(esclerose lateral amiotrófica).Pela primeira vez, em 12 meses, o aquecimento global ultrapassa em 1,5 graus o limite estabelecido pelos Acordos de Paris

Danilo Rocha Lima e Diogo Oliveira, do Volta ao Mundo em 180"
#INTERNACIONAL8 de fev. de 244 min de leitura
Danilo Rocha Lima e Diogo Oliveira, do Volta ao Mundo em 180"8 de fev. de 244 min de leitura

Começamos com notícias de uma nova etapa na guerra entre o Hamas e Israel. Quatro meses depois do início do conflito, o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu ignorou a proposta de cessar-fogo do Hamas e afastou a esperança de uma pausa no conflito na Faixa de Gaza.

Forças militares israelenses preparem operação em direção à cidade de Rafah. Foto: IDF
Forças militares israelenses preparam operação em direção à cidade de Rafah. Foto: IDF

Netanyahu também ordenou que as forças militares israelenses preparem uma operação em direção à cidade de Rafah, que fica no sul da Faixa de Gaza, perto da fronteira com o Egito. A cidade serve atualmente como refúgio de mais de um milhão de palestinos, que fugiram do Norte, desde o início da guerra.

Israel teria recusado a proposta de cessar-fogo do Hamas porque o grupo terrorista pedia a retirada das tropas israelenses, e a libertação de vários palestinos presos em troca dos mais de 100 reféns mantidos em Gaza. Para Netanyahu, a única solução ao conflito é a vitória, que dever vir em questão de meses.

Juízes devem responder hoje se Donald Trump participou de uma insurreição, durante a invasão do Capitólio em 2021. Foto: Gage Skidmore / Wikimedia Commons
Juízes devem responder a partir de hoje se Donald Trump participou de uma insurreição, durante a invasão do Capitólio em 2021. Foto: Gage Skidmore / Wikimedia Commons

Notícias dos Estados Unidos. A Suprema Corte do país tem a partir de hoje uma decisão que pode mudar o destino das próximas eleições presidenciais. Os juízes devem responder se Donald Trump participou de uma insurreição, durante a invasão do Capitólio em 2021. Esse processo chegou à Suprema Corte porque os advogados de Donald Trump recorreram da decisão da Justiça do estado do Colorado, que barrou a participação de Donald Trump nas eleições.

Caso a Suprema Corte aceite a decisão, Trump pode ficar impedido de ocupar cargos públicos e por isso não pode ser eleito. Ainda não há prazo final para a decisão.

Daniel Alves chorou durante seu depoimento e negou a agressão sexual. Foto: Jordi Borràs / ACN
Daniel Alves chorou durante seu depoimento e negou a agressão sexual. Foto: Jordi Borràs / ACN

No caso Daniel Alves, a advogada da vítima pediu pena máxima de 12 anos de prisão ao jogador. A defesa do brasileiro pediu absolvição com liberdade condicional. Daniel Alves chorou durante seu depoimento e negou a agressão sexual da qual ele é acusado contra uma mulher numa boate em Barcelona. A decisão do julgamento deve sair dentro de um mês, segundo a imprensa espanhola.

O ex-presidente do Chile, Sebastián Piñera, morreu num acidente de helicóptero. Foto: Governo do Chile
O ex-presidente do Chile, Sebastián Piñera, morreu num acidente de helicóptero. Foto: Governo do Chile

No Chile, a população se despede do ex-presidente Sebastián Piñera, que morreu num acidente de helicóptero na terça. Piñera será enterrado amanhã, no norte da capital do país, depois de homenagens e missa na Catedral de Santiago.

Autópsia indica que o ex-presidente morreu afogado, depois da queda num lago do helicóptero que ele pilotava.

Tribunal Constitucional do Equador descriminalizou a eutanásia. Foto: NVB Stocker
Tribunal Constitucional do Equador descriminalizou a eutanásia. Foto: NVB Stocker

Ainda na América Latina, o Tribunal Constitucional do Equador descriminalizou a eutanásia. O Tribunal também ordenou que deputados e autoridades elaborem em 12 meses regras e normas do sistema de saúde para a morte medicalmente assistida.

A decisão é uma resposta a uma ação movida por uma mulher equatoriana, com esclerose lateral amiotrófica (ELA) e que pedia a permissão para morrer com dignidade. Na América Latina, a Colômbia é o único país que descriminalizou a eutanásia.

Janeiro de 2024 foi o mais quente no mundo para um mês de janeiro. Foto: Vanildo / Adobe Stock
Janeiro de 2024 foi o mais quente no mundo para um mês de janeiro. Foto: Vanildo / Adobe Stock

E a gente termina essa edição com mais um alerta. O mês de janeiro de 2024 foi o mais quente no mundo para um mês de janeiro, em nossa história, com média de 13,14 graus Celsius. O observatório climático europeu Copernicus aponta que este foi o oitavo mês consecutivo com quebra de recordes de temperatura.

Além disso, pela primeira vez, em 12 meses, ultrapassamos o aquecimento global em 1,5 graus, que é o limite estabelecido pelos Acordos de Paris.

Estamos no seu tocador de podcast favorito. Imagem: Headline
Estamos no seu tocador de podcast favorito. Imagem: Headline

Acompanhe a gente todo dia, procure pelo Volta ao Mundo em 180 Segundos no seu tocador de podcasts preferido e na playlist “Caminho Diário”, do Spotify.

Ouça também:

#INTERNACIONAL
HAMAS
ISRAEL
EUA
EQUADOR